Ciências Ambientais e Saúde

Estrutura Curricular

Iniciadas as atividades de uma turma ingressante, o candidato, tem até 60 (sessenta) dias para detalhar os pré-projetos de pesquisa. Os pré-projetos são apresentados em reunião de congregação docente para avaliação da coerência com as linhas de pesquisa do MCAS e suas limitações. A apresentação é feita pelo orientador. É avaliada também a factibilidade do projeto (tempo e recursos). A aprovação pode ser sem ou com recomendações de adequações, sendo o orientador responsável pelo cumprimento do cronograma. Esse procedimento permite a racionalização das propostas de projeto de pesquisa dentro do prazo médio estipulado pela CAPES de 24 (vinte e quatro) meses, entre o ingresso do candidato e defesa de sua dissertação.

A integralização curricular do MCAS compreende 10 créditos obrigatórios e 8 optativos (total de 18 créditos em disciplinas), além de créditos dedicados à metodologia da pesquisa, elaboração da dissertação e outras atividades complementares. A dissertação, conforme orientação geral da CAPES/MEC, deve ser concluída, preferencialmente, em 24 (vinte e quatro) meses. O programa possui três disciplinas obrigatórias e um quadro de disciplinas optativas que podem variar periodicamente em sua oferta, bem como serem inseridas novas propostas de disciplinas. A opção dos alunos cursarem disciplinas optativas em outros cursos pertinentes é encorajada, dentro da quantidade de créditos permitida pelo regulamento geral da Pós-Graduação Stricto Sensu da PUC Goiás e o regulamento específico do MCAS.

Nos últimos anos, a coordenação do programa tem apoiado a flexibilização para obtenção de créditos pelos alunos, incentivando atividades como publicações de resumos em congressos, estágios docência, organização de eventos, estágios por meio de convênios e projetos de cooperações interinstitucionais.