Estágio

O Estágio Supervisionado compreende 420 horas das 2810 horas do curso de licenciatura em Filosofia e começa a partir de sua segunda metade. Quando o aluno ingressar no seu quarto semestre, deverá iniciar as disciplinas do Estágio, que seguem as diretrizes gerais da Política de Estágio da PUC Goiás. Quatro disciplinas constituem o Estágio Supervisionado:

Estágio: Organização, Gestão da Escola e do Ensino de Filosofia

Visa o conhecimento da organização e gestão da instituição-campo de estágio, bem como uma reflexão coletiva sobre a realidade nele vivenciada com vistas à prática pedagógica do professor de Filosofia;

Estágio: A Filosofia no Ensino Fundamental

Busca a vivência da prática pedagógica em instituições ou programas que atendam às crianças e jovens, numa perspectiva interdisciplinar e inclusiva; volta-se para a análise de livros didáticos e materiais pedagógicos utilizados no ensino de Filosofia no Ensino Fundamental;

Estágio: A Filosofia no Ensino Médio

Busca referenciais para o ensino da Filosofia no Ensino Médio e, portanto, a vivência da prática pedagógica em instituições ou programas destinados ao ensino de Filosofia no Ensino Médio, numa perspectiva interdisciplinar e inclusiva.

Estágio: O Ensino da Filosofia em Espaços não Formais de Educação  Elaboração de projeto de intervenção filosófica na vida cultural e acadêmica da Escola. Sistematização teórica de práticas educacionais da Filosofia em espaços não formais de educação. Participação na organização de eventos de Filosofia em instituições e/ou programas educativos.

Existe ainda o Estágio Curricular não Obrigatório, uma atividade acadêmica de caráter opcional e de natureza complementar à formação acadêmico-profissional do aluno que também segue as normas da legislação específica, da Política de Estágio e dos documentos normativos da PUC Goiás. Deve ser organizado, buscando a ampliação do espaço pedagógico na formação acadêmico-profissional dos estudantes; a inserção do estudante na vida econômica, política e sócio-cultural; a práxis no processo ensino aprendizagem, mediante a inserção do estudante no mundo do trabalho; e a interação da universidade com outros segmentos sociais.