História

Sobre o Programa

O Programa de Mestrado em História, pertencente à Escola de Formação de Professores e Humanidades, foi aprovado pelo Ato Próprio Normativo N.03/06, da PROPE (Pró- Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa da PUC Goiás) e recomendado pela CAPES em julho de 2006. O Programa de Mestrado em História visa fornecer condições de aprimoramento da capacitação profissional no campo da história, tendo em vista a formação de professores e pesquisadores. De forma específica, o Programa de Pós-Graduação em História objetiva formar profissionais qualificados para atuarem no ensino superior, bem como em instituições ligadas à pesquisa e à preservação da memória, tanto públicas, quanto privadas.

O Programa tem como Área de Concentração o campo da Cultura e Poder. Assim definida, a área de concentração em História: cultura e poder pretende viabilizar estudos históricos e historiográficos, seja no nível das micro-relações, seja no nível das relações macro políticas, tendo como objeto o poder e o modo pelo qual o mesmo é distribuído no interior da estrutura social, incluindo-se aí tanto os aspectos da praxis política efetiva quanto as concepções, visões de mundo e reflexões político-filosóficas a ela associadas. Para dar conta deste amplo campo de investigação histórica, foram concebidas duas linhas de pesquisa, de acordo com as aptidões e experiências dos professores doutores integrantes do Programa de Pós-Graduação. As Linhas de Pesquisa relacionadas à área de investigação do Programa de Mestrado em História foram definidas em dois campos: Identidades, Tradições e Territorialidades e Poder e Representações.

A experiência no ensino e pesquisa em história aglutinou equipes em torno das discussões da cultura e foi por meio de suas indagações e produção de trabalhos que houve mobilização freqüente de pesquisadores e alunos, estimulados pelas oportunidades de pesquisa e formação continuada. O Programa de Mestrado em História da PUC Goiás funciona desde 2007, com uma equipe de professores que atua em torno de dois grandes eixos ou linhas de pesquisa: “identidades, tradições e territorialidades” e “poder e representações”.

No último triênio (2010-2012), o Programa recebeu nota 3 na avaliação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação vinculada ao Ministério da Educação do Brasil.

Atualizado em 25/05/2017 – CPD/INTERNET