Genética

Sobre o Programa

Criado em 2005, o Mestrado em Genética da PUC Goiás (MGene) teve aprovação da CAPES. O corpo discente incluiu graduados em Biologia, Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Filosofia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Pedagogia, Psicologia e Zootecnia.

O MGene tem parceria com: Núcleo de Pesquisas Replicon (NPR), Hospital Araújo Jorge (Associação de Combate ao Câncer em Goiás – ACCG), Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. Foram estabelecidas parcerias com instituições internacionais, entre elas: Queens University, em Kingston, Ontário, a 6ª maior universidade de pesquisa intensiva do Canadá; e o iPRI – International Prevention Research Institute, na França; com os pesquisadores Jan Topinka e Radim J Sram, ambos do Institute of Experimental Medicine, da República Theca, do Departamento de Genética Toxicológica, de Praga. O MGene também participa da Rede Centro Oeste de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação-Pró-Centro-Oeste.

O Colegiado do MGene teve o projeto “Investigação das causas genéticas e genômicas do retardo mental autossômico” aprovado para integrar a Rede de Excelência em Genética e Genômica Molecular para a Saúde Humana, denominada de ExeGenS (Edital MCT/CNPq/FNDCT/FAPs/MEC/CAPES/PRO-CENTRO-OESTE Nº 031/20100).

O MGene possui um alto potencial de consolidação, evolução qualitativa e quantitativa e significativo crescimento no contexto da Pós-Graduação Stricto Sensu na região, especialmente na práxis da genética humana e ambiental, áreas de maior ênfase do Programa.

No último triênio (2010-2012), o Programa recebeu nota 3 na avaliação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação vinculada ao Ministério da Educação do Brasil.

Atualizado em 23/05/2017 – CPD/INTERNET