O Curso

O curso de Medicina encontra-se alinhado aos fundamentos religiosos e político-institucionais dos cursos de graduação da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, ao priorizar a excelência dos processos educativos e da formação humanística com bases nas orientações da Igreja Católica. Mantendo forte vínculo com a comunidade, facilita a extensão e traz consigo a necessidade de pesquisa e ensino simultaneamente.

Forma um médico comprometido com a comunidade, ambientado na rede pública de saúde, encontrando soluções com recursos disponíveis, conhecendo os comportamentos dessa rede e comprometido com a saúde da comunidade.

Contatos com a Coordenação
Coordenador (a): Profa. Luciana Leite Pineli Simões
Email da Coordenação: medicinapucgoias@gmail.com
Fone: (62) 3946-1486
Horário de atendimento: 7h às 22 h

Contatos com a Escola de Ciências Médicas, Farmacêuticas e Biomédicas
Diretor: 
Prof. Wilson de Melo Cruvinel
Secretária: Amanda Olézia de Oliveira Vaz
E-mail da Escola: emfb@pucgoias.edu.br
Fone: (62) 3946-1194
Horário de atendimento: segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 22h. 

Diferencial

O projeto pedagógico do curso é estruturado nos cinco elementos conceituais da educação médica contemporânea:

a) estruturas curriculares que integrem conhecimentos dos ciclos básico e aplicado, bem como teoria e prática;
b) aprendizagem em grupos pequenos;
c) vivências continuadas em cenários de prática diversificados;
d) incorporação de metodologias ativas de ensino-aprendizagem;
e) planejamento curricular que considere as prioridades e necessidades de saúde.

REFERENCIAIS QUE ORIENTAM A PROPOSTA CURRICULAR

Formação Ético-Humanista;
Educação continuada;
Inserção precoce do aluno na comunidade;
Aptidão para gerenciamento e administração em saúde;

Histórico

A trajetória de criação do curso de Medicina da PUC-Goiás é longa, iniciou-se em 1978, quando a então Universidade Católica de Goiás (UCG) começou a idealizar a criação do curso, e dom Fernando Gomes dos Santos, bispo na época, se envolveu com afinco no estudo para viabilização do curso.

Este projeto só se tornou realidade em 2005, quando em maio do mesmo ano tivemos o projeto aprovado no Conselho Nacional de Educação com nota máxima. Em junho foi possível fazer o primeiro vestibular, sem dúvida uma grande novidade na cidade. A UCG iniciava a resposta a um clamor da sociedade goiana para que seus filhos pudessem permanecer na capital tendo oportunidade de cursar Medicina.

Formação Científico-Tecnológica

A opção metodológica para orientação do ensino no curso de Medicina está intimamente articulada ao caráter que se pretende imprimir: um curso mais voltado para a formação do profissional generalista, com amplo conhecimento das implicações estruturais na origem das doenças, na manutenção da saúde e compreensão dos limites dos setores públicos de saúde para um sistema de prevenção e tratamento.

Formação Crítico-Humanística

A proposta curricular leva à formação de um profissional com posturas diferenciadas e comprometidas com a comunidade, adequadas aos desafios da sociedade moderna. O eixo de desenvolvimento pessoal, que permeia todo o currículo, é o segmento responsável pelo alinhamento das questões sócio-históricas, psicológicas, ambientais, éticas, relacionais e teológicas com o conhecimento sobre o processo saúde/doença.

Mercado de Trabalho

O curso habilita o profissional para o trabalho em todas as áreas da Medicina, na saúde pública, nas redes conveniadas ou na atuação como autônomo.