O Curso

A Fisioterapia é entendida como uma forma de intervenção do homem no mundo, para a qual necessita de conhecimentos científicos e técnicos específicos sobre o corpo humano e seu movimento e a utilização dos recursos físicos e naturais como métodos terapêuticos.

A filosofia atual do curso objetiva um processo pedagógico participativo da comunidade universitária, envolvida nas contínuas transformações de caráter científico e humano da sociedade, objetivando minimizar os efeitos negativos que possam comprometer a qualidade de vida individual e da população.
A proposta curricular privilegia o modelo holístico/sistêmico de saúde, no qual a enfermidade é atribuída a fatores dos mais diversos matizes, sejam eles de ordem psicológica, biológica ou social, sendo necessário o emprego de diferentes formas de tratamento, dentre eles a Fisioterapia, com o objetivo de restabelecer a saúde.
O curso teve sua criação aprovada em 26 de março de 1999 (Resolução n. 05/99 do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão) e foi reconhecida pela portaria MEC, n. 248, de 20 de janeiro de 2004. Seu local de funcionamento é na Av. Universitária, n. 1069, Cx. Postal 86, Setor Universitário, Goiânia, Goiás e tem uma carga horária de 4030 horas, divididas em aulas teóricas, práticas, estágios e horas complementares.

Contatos com a Coordenação:

Coordenador(a): Profa. Ma. Larissa Mariana Veloso de Oliveira
E-mail da coordenação: fisioterapiapucgoias@gmail.com
Fone: (62) 3946-1395
Horário de atendimento: Segunda-feira, das 8h às 10h30min. Terça-feira, das 18h30min às 20h30min. Quarta-feira, das 8h às 11h30min e das 18h às 20h30min. Sexta-feira, das 8h às 10h30min.

Contatos com a Escola:

Diretor(a): Prof. Dr. Renato Alves Sandoval
Secretário (a): Marilene Maria Alves de Assis (Titular) e Maria Messias de Lima Cirqueira (Adjunta)
E-mail da Escola: ecisspucgoias@gmail.com; eciss@pucgoias.edu.br
Fone: (62) 3946-1095 e (62) 3946-1096
Horário de atendimento: de Segunda a Sexta-feira, das 8h às 12h e das 17h às 21h

Diferencial

O curso apresenta diversos diferenciais, sendo que dois devem ser destacados: a qualificação do corpo docente e a excelência do espaço físico, sobretudo os laboratórios específicos.

O corpo docente é composto em sua maioria por professores mestres e doutores em permanente atualização.

O espaço físico é adequado para a realização das atividades específicas, e para este fim, conta com sete laboratórios clínicos equipados: Laboratório de Habilidades, Laboratório de Anatomia, Laboratório de Informática, Laboratório de Fisiologia do Exercício, Laboratório de Mecanoterapia, Laboratório de Eletroterapia e RTM, Laboratório de Cinesiologia e Cinesioterapia.

Os acadêmicos do curso contam também com a estrutura de atendimento ambulatorial multidisciplinar da Clínica Escola Vida da PUC Goiás, para a realização dos estágios curriculares.

Histórico

O projeto inicial de implantação do curso de Fisioterapia da PUC Goiás foi apresentado pela Coordenação de Educação Física e Desportos ao Vice-Reitor para Assuntos Acadêmicos em março de 1999, e posteriormente, passou a ser de responsabilidade do Departamento de Enfermagem. A proposta de criação do curso de Fisioterapia foi aprovada pela Câmara de Graduação em 23 de março de 1999, mediante a consideração de exigências quanto às condições de oferta relativa à atualização e reequipamento dos laboratórios de Anatomia, Biologia e Bioquímica; contratação de profissionais da área; aquisição de bibliografia específica e perspectiva futura da implantação de uma clínica-escola. Em 26 de março de 1999, através da Resolução nº. 05/99, o Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Cepe) aprovou a criação do curso de Fisioterapia e a grade curricular do 1º período, oferecido a partir do 2º semestre de 1999. Portanto, o curso iniciou-se em agosto de 1999, com a abertura de 110 vagas. O corpo docente, desde a implantação do curso, tem sido constituído por professores fisioterapeutas e por professores integrantes do quadro da PUC Goiás, com formação específica ou correlata às áreas de conhecimento que compõem a Matriz Curricular. A capacitação docente recebeu um tratamento cuidadoso, e foi considerada uma das ações prioritárias no processo de implementação do curso, devido principalmente à realidade local e regional, onde se constatava uma carência de professores com formação específica de pós-graduação em níveis de mestrado e doutorado. Em junho de 2003, integrando o processo de reconhecimento do curso, foi recebida a visita in loco da Comissão do MEC da qual resultaram orientações que passaram a ser incorporadas ao Projeto Pedagógico.

Formação Científico-Tecnológica

A finalidade do ensino em Fisioterapia é propiciar ao aluno conhecimentos, habilidades e valores que possam edificar uma sociedade melhor. O grande desafio na relação pedagógica é encontrar a mediação sujeito-objeto, sendo capaz de estabelecer uma conexão entre os significados presentes na experiência pessoal dos alunos e aqueles que o conhecimento sistematizado em bases científicas define como necessárias para a sua formação.

Formação Crítico-Humanística

O Curso de Fisioterapia da PUC Goiás pretende formar um ser humano crítico, reflexivo e humanista preocupado e atuante, tendo sempre como objetivo a melhoria da qualidade de vida da população.

Mercado de Trabalho

O fisioterapeuta pode atuar na atenção primária, secundária e terciária nas diversas áreas da saúde.

Pode atuar em unidades básicas de saúde, programas de saúde, serviços administrativos em saúde, hospitais, clínicas, faculdades, universidades, instituições públicas e privadas de pesquisa e saúde.

As áreas biomédicas de atuação do fisioterapeuta são a ortopedia, a neurologia, a pneumologia, a cardiologia, a preventiva, a ginecologia e obstetrícia. De acordo com a visão do curso, seguindo as proposta de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), no projeto pedagógico, estas áreas estão estruturadas como:

  • Fisioterapia na Comunidade
  • Fisioterapia na Saúde da Criança e do Adolescente
  • Fisioterapia na Saúde da Mulher e do Homem
  • Fisioterapia na Saúde do Idoso
  • Fisioterapia na Saúde do Adulto
  • Fisioterapia na Saúde Pública
  • Fisioterapia Ambulatorial
  • Fisioterapia Hospitalar/UTI
  • Fisioterapia Estética