O Curso

O curso de Farmácia da PUC Goiás forma farmacêuticos capazes de atuar nas mais de 70 atividades regulamentadas pelo Conselho Federal de Farmácia, incluindo: administração farmacêutica, análises clínicas, controle de qualidade e tratamento de água, cosmetologia, farmácia de dispensação, farmácia industrial, farmácia de manipulação, farmácia veterinária, fitoterapia, genética humana, saúde pública, toxicologia, vigilância sanitária, dentre outras. O curso tem uma natureza prática evidente, em que mais de 40% de sua carga horária total está reservada para aulas práticas e estágios. Além disso, o estudante pode participar de programas de iniciação científica, desenvolvendo projetos de pesquisa científica sob orientação de pesquisadores da instituição, bem como projetos de extensão universitária.

O curso dispõe de um método pedagógico onde o estudante adquire seus conhecimentos a partir de aulas dialogadas com discussão de casos clínicos. Cada semana pedagógica é iniciada com uma tutoria em pequenos grupos, de 10 a 15 alunos (as), a qual é norteada por um caso clínico construído a partir dos objetivos de aprendizagem semanais estabelecidos para cada disciplina. A semana pedagógica é finalizada com uma avaliação integradora, a qual estimula o hábito contínuo de estudo e promove nos acadêmicos a inter e a transdisciplinaridade, incita a busca pelo conhecimento, desenvolve a autoconfiança, a capacidade de exposição de ideias, o hábito de discussão, o senso crítico e os valores éticos e morais.

Contatos com a Coordenação:
Coordenador: Prof. Dr. Vinicius Barreto da Silva
Email da coordenação: vbarreto@pucgoias.edu.br
Fone: (62) 3946-1242
Horário de atendimento: segunda-feira,terça-feira,quinta-feira e sexta-feira, das 7h15min. às 11h30min.

Contatos com a Escola:
Diretor: Prof. Wilson de Melo Cruvinel
Secretária: Amanda O. de Oliveira Vaz
Email da Escola: biomedicinapucgoias@gmail.com
Fone: (62) 3946-1486
Horário de atendimento: Segunda a sexta das 7h às 22h. Observação: Nos meses de janeiro e julho, o horário de atendimento é das 8h às 12 horas e das 14h às 18 horas (segunda à sexta-feira).

Diferencial

O curso tem como uma de suas prioridades a preocupação com o papel da universidade no campo do ensino, pesquisa, extensão e produção de conhecimentos que respondam às demandas da sociedade, dando destaque ao que se produz com qualidade e excelência em Goiás e no Brasil. Buscamos a formação de um profissional ético, humanista, generalista, crítico-reflexivo capaz de tomar decisões que podem melhorar a sua atividade profissional e levar o bem estar à sociedade. Para alcançar este objetivo é empregado no curso um método pedagógico diferenciado, em que o aluno contextualiza os conteúdos aprendidos nas disciplinas por meio da reflexão e discussão de casos clínicos, os quais são elaborados pelos professores do curso e refletem situações reais e fictícias que envolvem os temas mais difundidos na atualidade.

Histórico

Os estudos para criação do curso de Farmácia na PUC Goiás foram iniciados no ano de 2008. A concretização da proposta se deu no ano de 2011 com a anuência da Administração Superior quanto à criação e implantação do curso. A elaboração da proposta ficou sob a responsabilidade do Departamento de Biomedicina com colaboração dos Departamentos de Medicina, Matemática e Física.

Entre os elementos de destaque que geraram uma conjuntura favorável para a implantação do curso, apontam-se a proposta curricular alicerçada na estratégia de aprendizagem baseada em problemas, a infraestrutura do parque tecnológico da PUC Goiás e a expansão das áreas de atuação do farmacêutico no Brasil, como a indústria de medicamentos. O primeiro vestibular de Farmácia da instituição aconteceu em dezembro de 2011 e a primeira turma iniciou suas aulas em fevereiro de 2012.

A proposta do curso fundamenta-se na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e na Resolução CNE/CES n.º 4, de 6/4/2009, que dispõe sobre carga horária mínima e procedimentos relativos à integralização e duração de diversos cursos de graduação da área de saúde, incluindo Farmácia. A mesma também está alicerçada no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), no documento, Política e Diretrizes do Ensino de Graduação, série Gestão Universitária, n.º14, aprovado pelo Ato Próprio Normativo n.º18/2007, do CEPEA da PUC Goiás, na Resolução CNE/CES n° 2, de 19/02/2002, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia, e na Lei de nº 9.394 de 20/12/1996.

Formação Científico-Tecnológica

O curso de Farmácia visa à formação do profissional que, desempenhando suas funções de farmacêutico, reflita sobre sua atuação como construtor e idealizador da sociedade, promotor da saúde, conhecedor da ciência e tecnologias e que incorpore permanentemente novos desafios e oportunidades, por meio de uma formação científica sólida.

Formação Crítico-Humanística

A PUC Goiás é uma instituição detentora de uma grande responsabilidade social, pois forma profissionais que têm como competência o exercício da cidadania de maneira crítico-reflexiva. Partindo desse princípio, não é apenas a profissionalização que caracteriza uma universidade, mas também a formação crítica e humanista de um profissional, tornando-o uma pessoa de visão aberta e comprometida com as demandas da sociedade. Uma das prioridades do curso de Farmácia é permitir que o aluno aprenda a investigar, a produzir, a inovar, a analisar e criticar conhecimentos já produzidos e sistematizados, transformando-o em um líder e formador de opinião.

Mercado de Trabalho

A carreira na área de Farmácia oferece ótimas perspectivas aos profissionais farmacêuticos, impulsionadas pelo crescimento do mercado de saúde no Brasil experimentado nos últimos anos, incluindo o polo farmacêutico em Goiás, o qual se encontra em franca expansão. Assim, a demanda por farmacêuticos qualificados, criativos, comunicativos, com espírito de liderança, proativos e inovadores é constante num mercado globalizado e competitivo caracterizado por mudanças tecnológicas cada vez mais rápidas. A Farmácia apresenta na atualidade um mercado de trabalho bastante diversificado, garantindo áreas de atuação de diversas naturezas. Hoje existem mais de 70 atividades farmacêuticas autorizadas pelo Conselho Federal de Farmácia, as quais se enquadram em diversas áreas de atuação, incluindo:

Alimentos – analisar a ação das substâncias que compõe os alimentos no organismo humano; realizar o controle de qualidade de produtos alimentícios.

Análises Clínicas e Toxicológicas – analisar material biológico para detectar alterações causadas por doenças, agentes infecciosos e intoxicação.

Área Ambiental – controlar a qualidade e realizar tratamento de água; realizar análise físico-química do solo.

Biologia Molecular – realizar análises laboratoriais envolvendo técnicas de biologia molecular, como o exame de paternidade.

Cosmetologia – formular cosméticos e produtos de higiene pessoal e atuar no controle de qualidade de tais produtos.

Farmácia Clínica – orientar os usuários de medicamento de forma a promover o seu uso racional e otimizar a farmacoterapia, contribuindo para a promoção, proteção, e recuperação da saúde, além da prevenção de doenças; identificar, minimizar e resolver problemas relacionados ao uso de medicamentos.

Farmacovigilância – acompanhar o desempenho dos medicamentos que já estão no mercado, protegendo a população de possíveis danos por meio da identificação precoce de risco e intervenção oportuna.

Medicamentos – pesquisar e testar princípios ativos e novas drogas; formular, manipular, produzir, atuar no registro, controle e garantia da qualidade de medicamentos.

Pesquisa Clínica – observar e acompanhar pacientes que recebem medicamentos novos no mercado.

Varejo Farmacêutico – atuar na comercialização de medicamentos, suplementos alimentares e produtos de higiene pessoal.

Vigilância Sanitária – atuar na regulação sanitária e econômica do mercado.