O Curso

O curso de Ciência da Computação da PUC Goiás forma profissionais com conhecimento para construir aplicativos de propósito geral, ferramentas e infraestrutura de software de sistemas computacionais, contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico na área da computação e estender suas competências à medida que a área evolua. Além disso, eles devem ser capazes de provocar mudanças em seu meio profissional mediante a agregação de novas tecnologias na solução dos problemas, promovendo transformações sociais, tendo como referência os valores éticos e humanos.

O desafio do curso de Ciência da Computação é propiciar os fundamentos científicos e tecnológicos, relacionados à área de computação, para que o profissional possa dar soluções computacionais a diversos tipos de problemas, sendo capaz de analisar, projetar, desenvolver, programar, validar e gerenciar projetos de software e de projetar, administrar e gerenciar redes de computadores.

Contatos com a Coordenação:
Coordenador (a): Profa. Dra. Carmen Cecilia Centeno
E-mail da coordenação: cecilia@pucgoias.edu.br
Fone: (62)3946-1371
(62)3946-1149
Horário de atendimento: por agendamento

Contatos com a Escola de Ciências Exatas e da Computação – ECEC:
Diretora: Profa. Ma. Mírian Sandra Rosa Gusmão
Secretário: Ary Rodrigues de Bessa
Secretária Adjunta: Cândida Cristina da Costa Moura
E-mail da Escola: ecec@pucgoias.edu.br
Fone: (62) 3946-1371
Horário de atendimento da secretaria: segunda a sexta-feira, das 7h às 22h e sábado, das 7h às 11h.

Diferencial

O aluno do curso recebe uma sólida formação técnico-científica, que prima pela capacidade investigativa, crítica e reflexiva, além do envolvimento em ações comunitárias de extensão, de ensino e de pesquisa. Para atender às diversas áreas do saber da computação, tem laboratórios estruturados de forma temática e especializados, com acesso à internet, além de uma biblioteca atualizada. Disponibiliza para os alunos o programa Tutoria Orientada Para Computação (TOPComp), que cria ambientes de aprendizagem para facilitar o desenvolvimento dos estudantes. Também possui programas de iniciação científica, incentivo à cultura e monitoria, em que o aluno pode participar como bolsista ou voluntário. A matriz do curso foi atualizada em 2013 e está em sintonia com as atuais diretrizes do MEC para a área de computação e com o Currículo de Referência da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Os alunos também participam do programa Ciência sem Fronteiras (CSF), do governo federal, com possibilidade de realizar intercâmbio em Universidades nos Estados Unidos e em outros países.

Histórico

O curso de graduação em Ciência da Computação teve início em 1992, juntamente com a formação da primeira turma em nível de especialização em computação pela então Universidade Católica de Goiás – UCG, da qual foram absorvidos 16 docentes. A segunda turma de especialização foi iniciada em 1993 e terminou em 1994, complementando o quadro de docentes. A institucionalização do Departamento de Computação ocorreu em 1996, estando o curso anteriormente ligado ao Departamento de Administração. Em 1998 foi criado o curso de Engenharia de Computação, quando foram contratados vários mestres e doutores com formação em Ciência da Computação e Engenharia Elétrica e de Computação. A oferta de ambos os cursos à época respondia as demandas crescentes de profissionais solicitadas pelo mundo do trabalho. O Projeto Pedagógico do Curso é atualizado constantemente para atender as constantes mudanças da área de computação.

No primeiro semestre de 2013, o Projeto Pedagógico do curso de Ciência da Computação da PUC Goiás foi atualizado, visando atender as novas exigências das diretrizes curriculares estabelecidas pelo Parecer nº 136, de 9 de março de 2012, do Conselho Nacional de Educação (CNE) e da Câmara de Educação Superior (CES) e pelo Currículo de Referência da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), de 2005.

Formação Científico-Tecnológica

A formação científico tecnológica se dá através do programa de Iniciação Científica e Tecnológica que é dedicado a alunos de graduação e pós-graduação e tem o propósito de formar pesquisadores com rigor científico e confiabilidade metodológica.

O professor vinculado a projetos de Iniciação Científica e Tecnológica acompanha o aluno em todas as fases do processo investigativo, proporcionando-lhe o desenvolvimento das habilidades necessárias à produção do saber científico.

O programa de Iniciação Científica e Tecnológica está regulamentado pela “Política de Pesquisa”, aprovada pelo Ato Próprio Normativo nº 037/2006 – CEPEA, de 11/09/2006.

Formação Crítico-Humanística

As disciplinas do Núcleo de Formação Humanística e Social do curso fornecem o conhecimento sociocultural e organizacional, propiciando uma visão humanística e crítica das questões sociais e profissionais, e das questões relacionadas à cultura afro-brasileira e indígena e à preservação ambiental, em consonância com os princípios da ética em computação.

O curso atende a formação crítico-humanística do aluno ofertando as disciplinas: Filosofia, Tecnologia e Ética, Língua Portuguesa, Metodologia da Pesquisa na Computação e Teologia, Ciências Exatas e Tecnológicas.

Mercado de Trabalho

Com o advento da internet e a expansão das telecomunicações o computador alcançou quase todas as áreas das atividades humanas.  Frequentemente, profissionais de computação têm se unido com profissionais de outras áreas, projetando e construindo sistemas de computação para os mais diversos setores da sociedade. Cálculo de estruturas na área da engenharia, auxílio espetacular para a estatística e matemática e previsão do tempo são exemplos em que esta união está presente.

No âmbito regional, observa-se um grande esforço para a industrialização da região Centro Oeste, particularmente no Estado de Goiás que tem se destacado nos últimos anos com expressivos índices de crescimento. Em Goiás são crescentes o uso de Tecnologia da Informação no agronegócio e a instalação de indústrias com alto teor de informatização/automação.

Download: Áreas de atuação do profissional de Ciência da Computação